Cirurgia - Implantologia - Saber Dentária
752
page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,page,page-id-752,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-theme-ver-16.7,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.5.2,vc_responsive

Cirurgia – Implantologia

implantes

Cirurgia oral

Na cirurgia oral existem situações em que, pelas circunstâncias de dificuldade os procedimentos devem ser avaliados e executados por especialistas.

 

O que são dentes inclusos?
São dentes que por características anatómicas ósseas e dentárias podem nunca erupcionar. Contrariamente aos sisos podem ser dentes na região anterior da cavidade oral e não são desprezíveis, se possível a sua cirurgia destina-se a providenciar ao ortodontista uma forma de o poder traccionar e expô-lo na caviade oral, só em caso de condições muito desfavoráveis se procede à sua extracção.

cirurgia

Implantologia

A ausência de peças dentárias vai provocar alterações no funcionamento do sistema estomatognático, algumas delas são além de prejudiciais, irreversíveis, sejam ao nível muscular dentário, causando problemas articulares e funcionais. Urge assim a substituição dessas peças, quer sejam múltiplas, quer seja apenas uma. Os implantes são indicados para a substituição dessas ausências, são colocados nas zonas das raízes dentárias perdidas, através de procedimento cirúrgico e vão promover a retenção ou fixação mecânica de diversos tipos de prótese-parcial ou total, fixa ou removível.

Marque agora uma consulta perto de si!

Responderemos dentro de instantes.

“O sorriso é a distância mais curta entre duas pessoas.”

Questões mais frequentes

O que são quistos?

Lesões muitas vezes remanescentes de infecções dentárias ou de origem não dentária podendo ser muito patogénicos à cavidade oral, se não forem removidas podem ser prejudiciais ao osso envolvente, aumentando de tamanho e destruindo tecidos envolventes. Devem ser removidos cirurgicamente.

O que são sisos inclusos ?

Os últimos dentes a erupcionarem, normalmente entre os 17 e 20 anos, são em número de 4, 2 superiores e 2 inferiores. Devido a caracteristicas anatómicas ósseas e dentárias podem nunca erupcionar ficando assim inclusos , podendo desta forma provocar problemas, dor, pericoronarites (inflamação da gengiva), pressão excessiva nos dentes adjacentes e cárie. Nestes casos devem ser extraídos recorrendo a uma cirurgia diferenciada em que geralmente se recorre a osteotomia (corte ósseo) por se encontrarem dentro do osso alveolar.

Quais os cuidados que devo ter após um procedimento cirúrgico?

1. Durante as primeiras 12 horas após a cirurgia, aplique gelo sobre a zona afetada durante 15 minutos, a cada hora.

 

2. Não escove as áreas suturadas (“pontos”). Deve limpar a zona operada com cotonetes embebidos em colutório (elixir) recomendado. Escove normalmente os restantes dentes.

 

3. É normal que sinta depois da anestesia passar um mal-estar e inflamação nas áreas afetadas que será mais acentuada nas primeiras 48h após a cirurgia, começando a desaparecer ao 3oº ou 4oº dia.

 

4. Deverá dormir com a cabeça um pouco mais elevada que o normal e repousar.

 

5. Se sentir dor deve continuar com a medicação e se a dor ficar mais forte contactar o seu médico-dentista.

 

6. Depois da cirurgia é possível que persista um ligeiro sabor a sangue na área operada.

Para evitar a hemorragia deve:
– Manter a compressa durante 30 minutos, fazendo compressão;
– Manter a cabeça levantada e evite movimentos bruscos;
– Evitar cuspir ou sorver, para não provocar mais hemorragia;
– Se persistir por muito tempo ligue para a clínica.

 

7. No dia da cirurgia, recomenda-se comer comidas moles e mais frias e beber líquidos frescos, para melhorar o pós-operatório.

 

8. Não deve fumar depois da cirurgia uma vez  que pode prejudicar o pós-operatório e conduzir a infecções.

 

9. Voltar à clínica 1 semana depois para remover a sutura.

A opinião dos nossos especialistas

5 unidades médicas no Algarve

5 unidades médicas
no Algarve

5 unidades médicas
no Algarve

Top